Em formação

Plantas C3, todas as informações

Plantas C3, todas as informações


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Plantas C3:exemplos, ciclo de Calvin-Banson, fotorrespiração e diferenças com plantas C4 (anatomia de Kranz). Explicações úteis e fisiologia vegetal.

As plantas CAM, C3 e C4 têm muitas diferenças tanto do ponto de vista morfológico quanto do ponto de vista funcional. O que eles têm em comum é a atividade de uma enzima, a mais abundante no reino vegetal, a Rubisco. Vamos começar aqui.

Plantas C3, fotorrespiração

Rubisco é a enzima que pode fixar carbono e oxigênio molecular. Quando Rubisco reage com o dióxido de carbono, produz duas moléculas3-fosfoglicerato, essencial para lançar o Ciclo Calvin-Banson (ciclo C3). O ciclo C3 é usado pelas plantas para o crescimento, para produzir açúcares e biomassa.

Quando o Rubisco reage com o oxigênio, ele inicia ofotorrespiraçãoque produz, em vez disso, uma molécula de 2-fosfoglicolato e apenas uma molécula de 3-fosfoglicerato. Esta reação é considerada limitante para o crescimento e desenvolvimento da planta.

Não é por acaso que oplantas C3, afotorrespiraçãoocorre quando as condições ambientais não são ideais. A fotorrespiração, embora seja descrita como um processo limitante para o crescimento deplantas C3, é um fenômeno importante. Ocorre quando os estômatos estão fechados, nesta situação o CO2 não consegue entrar e a célula tende a acumular oxigênio.

O oxigênio é perigoso porque a cascata de elétrons dos fotossistemas (fotossíntese) pode produzir superóxido, que é muito instável e prejudicial.

Portanto, embora muitos autores digam que o fotorrespiração é um mecanismo que retarda o crescimento das plantas, na verdade está salvaguardando a vida celular. Fotorrespiração:

  • consegue descartar o oxigênio que é perigoso para a célula
  • produz intermediários úteis para a fixação de nitrogênio e enxofre
  • produz CO2 que não pode entrar na célula com estômatos fechados
  • produz uma molécula de 3-fosfoglicerato útil para manter os níveis basais do ciclo de Calvin-Banson

No artigodiferenças entre plantas C3 e C4, Já expliquei muito sobre a atividade dessa enzima. Ao contrário das plantas C4 e CAM, em plantas C3 a Rubisco não goza de um sistema deconcentração e acumulaçãode CO2, portanto, dependendo das condições que ocorrem na célula, pode ligar CO2 e O2.

Anatomia da planta C3

Em plantas C3, podemos descrever quatro compartimentos morfológicos diferentes. Observando a lâmina foliar, podemos relatar:

- Epiderme superior
É utilizado para impermeabilizar as folhas, é livre de células fotossintéticas e rico em substâncias como ceras e suberina.

- Parênquima paliçada
Apelidado por sua aparência, é caracterizado por células alongadas com intensa atividade fotossintética.

- Lacunas no parênquima
É caracterizada por células que se organizam de forma mais livre, os espaços são chamados de "vãos" e são usados ​​para promover as trocas gasosas.

- Epiderme inferior
É caracterizado pela presença deestômatos, células fotossintéticas que permitem o fenômeno da transpiração foliar, mas também a liberação de oxigênio e a entrada de CO2.

Diferenças com Anatomia Kranz, ciclo C3 e ciclo C4

Oplantas C4eles não compartilham a mesma anatomia que os C3s. Em C4 falamos deAnatomia kranzporque os dois parênquima não se distinguem (paliçada e lacunas), mas um único compartimento definido, de forma genérica,mesofilo foliar. NoAnatomia kranzas duas epidermes são iguais às descritas para C3, a única diferença é que as células são maiores. Na anatomia Kranz, a diferença estrutural entre os cloroplastos das células mesofílicas e os cloroplastos das células da bainha do feixe é fundamental.

Os cloroplastos das células mesofílicas são canônicos, mas carecem de Rubiscus e amido primário (na verdade, o ciclo de Calvin Banson ou o ciclo c3 não ocorre aqui). O que é chamado ocorre nos cloroplastos das células do mesofilociclo C4. É produzidoDoenteComeçando deFosfenolpiruvato. Odoenteé usado como fonte de CO2 nas células da bainha.

Nos cloroplastos das células da bainha, por outro lado, falta o fotossistema II (portanto, nenhum oxigênio é produzido), mas o rubisco e o amido também estão presentes. É nessas organelas que o ciclo C4 continua com o ciclo de Calvin Banson. O doente é transportado das células do mesófilo para os cloroplastos das células da bainha. Nos cloroplastos das células da bainha, o paciente produz CO2, que é essencial para a fixação do carbono e o início do ciclo de Calvin-Banson.

Quais são as plantas C3? Todas as plantas fazem o “ciclo Calvin-Banson”, mesmo CAMs e C4s. Plantas que realizam apenas o ciclo C3 e C2 (entendido como ciclo de Calvin Banson e fotorrespiração) são plantas que geralmente têm seu habitat em climas temperados e de forte crescimento. Um dos muitos exemplos da planta C3 é Arabidopsis thaliana, sem dúvida a espécie mais estudada de todos os tempos! A anatomia do C3 é mostrada na foto acima.


Se gostou deste artigo pode seguir-me no Twitter, adicionar-me no Facebook, entre os círculos de G + ou veja minhas fotos no Instagram, le vie dei social eles são infinitos! :)


Vídeo: Fotosíntesis en plantas C3, C4 y CAM (Junho 2022).