Em formação

Dermatite canina: causas e remédios

Dermatite canina: causas e remédios


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Dermatite canina, quase nunca grave, mas sempre muito incômodo, em primeiro lugar para o animal que sofre com isso e, em segundo lugar, para seu dono, que deve fornecer um cuidado adequado e eficaz. Esta doença ocorre na forma de irritação, cria coceira na pele e coincide com o aparecimento de vermelhidão extensa, caspa, eczema e até crostas.

Dermatite atópica canina

Se define atópico, dermatite canina, se estiver associada à presença de uma alergia. Que seja um alergia ambiental, sazonal ou alimentar, sempre permanece dermatite atópica. Parece uma contradição, mas a dermatite canina é definida como "alérgica", que é causada por picadas de pulgas, fungos, distúrbios hormonais ou problemas comportamentais.

Ambos os tipos desta doença eles afetam principalmente áreas do corpo, como axilas e abdômenporém as patas e orelhas não estão isentas de dermatites, percebemos porque o cão começa a se lamber com mais frequência do que o normal, sempre em determinadas partes e às vezes também exala um cheiro muito forte e não particularmente agradável.

Dermatite canina: causas

Como dissemos, distinguindo o dermatite atópica canina desde o alérgico, as causas podem variar de alergia a picadas de pulgas, de fungos na pele a problemas hormonais ou de estresse. Em qualquer caso, há vermelhidão perceptível e coceira intensa, o cachorro se lambe irritado apenas irritando mais a área já afetada pela dermatite.

Com o tempo, se não for tratada, a dermatite causa até mesmo dor aguda, pode estar associada à formação de pústulas, feridas, úlceras de pele com pelos encravados. Lambida após lambida, uma área empoleirada também pode começar a sangrar. É por isso que, assim que você perceber que nosso cachorro tem algum áreas inflamadas da epiderme, você deve levá-lo ao veterinário para um checkup. Dermatite canina não passa por si mesmona verdade, só fica pior a cada hora.

Dermatite canina: remédios

Chegou ao veterinário, você pode finalmente entender onde surge a inflamação a fim de encontrar um remédio adequado. Pode ser uma mudança de dieta ou de estilo de vida se for uma dermatite de estresse, caso contrário, se for causada por pulgas ou fungos, os tratamentos são outros, farmacêuticos.

Nesse ínterim, deve também fique de olho para que o cão não piore a situação continuando a lamber e mordiscar em uma tentativa vã de aliviar a dor ou parar a coceira.

Quando comparecemos para obter um diagnóstico, para ajudar o veterinário, tentamos fornecer informações úteis: em que momentos particulares do dia coceira ocorre, ou em que época do ano, e se está relacionado à presença de materiais específicos como tapetes, sofás, roupas, colarinhos, plantas. Além disso a fonte de alimentação deve ser monitorada Ao tratar a dermatite canina, antibióticos, medicamentos antifúngicos, xampus médicos para enxágue, antiinflamatórios e anti-histamínicos também podem ser necessários.

Dermatite contagiosa canina

A dermatite canina pode ser contagiosa, dependendo do tipo. Em geral, porém, é melhor tomar precauções para evitar que nosso amigo de quatro patas entre em contato com essa doença que se instala em poucos dias. Portanto, recomendamos que você evite levá-lo para áreas onde os herbicidas estão presentes, produtos químicos e grama recém-cortada, sempre lembrando de lavar o pelo com produtos delicados, mas específicos, apenas uma vez a cada 3 meses dependendo da pelagem, e escove-o após cada saída.

Dermatite e nutrição caninas

A dermatite enfraquece o animal e, por ser uma inflamação, é melhor que isso o corpo é capaz de se defender e combater a doença. Uma loção eficaz para a pele pode ajudar na cura de um 30 euros online com um rreceita biológica que funciona não só com dermatites, mas também contra reações inflamatórias da pele como vermelhidão, bolhas, crostas, exsudatos, descamação.

Se você gostou desse artigo continue me seguindo também no Twitter, Facebook, Google+, Instagram

Você também pode estar interessado em:

  • Dermatite seborréica: remédios naturais
  • Doenças de pele de gato
  • Como escovar um gato
  • Trelas de cachorro que puxam
  • Intestino preguiçoso: o que fazer
  • Como proteger seu cachorro do calor e do sol


Vídeo: COMO CURAR DERMATITES ALÉRGICA EM CÃES. MÉTODO RÁPIDO, FÁCIL E GRATUITO. (Pode 2022).